10 junho 2018

Cães: Dermatite em cachorros e gatos


O que é dermatite?


É bastante comum que nossos pets sejam diagnosticado com dermatite, mas afinal, o que é essa doença? As dermatites nada mais são do que uma inflamação da derme que pode acontecer por diversos motivos, apresentar diferentes formas e ser de vários tipos. As dermatites podem acometer qualquer ser vivo que possua pele, ou seja, nem mesmo nós, humanos, estamos livres deste problema. Da porção externa para a interna de nosso corpo, a derme é a segunda camada que constitui nossa pele, portanto, feridas bastante superficiais acontecem na epiderme (primeira camada) e não devem ser chamadas de dermatites.
Algumas raças de cachorro e gato são mais predispostas às dermatites e isso normalmente se deve a fatores genéticos (como dobras em excesso, por exemplo), tipos de pelagem (alguns animais mais peludos tendem a ter mais problemas de pele), umidade (banhos em excesso ou secagem realizada de maneira inadequada), entre outros. Pets muito  alérgicos também costumam enfrentar as inflamações da derme com mais frequência por, naturalmente, já serem mais sensíveis e comumente terem uma imunidade um pouco mais comprometida.

Sinais de dermatite em cachorros e gatos

Se coçar insistentemente e apresentar queda intensa de pelos com algumas lesões pelo corpo são sinais comuns de dermatite, porém existem outras condições de saúde que podem resultar nesses indícios, sendo necessária a avaliação de um médico veterinário para dizer que seu pet está ou não com a inflamação.
Pegar seu pet se lambendo e/ ou se mordendo de forma constante em alguns locais do corpo também podem indicar dermatite, porém isso acontece também quando há a presença de parasitas externos, como pulgas e carrapatos, também sendo indicado procurar a ajuda de um especialista.

Tipos de dermatite

Como dito anteriormente, existem diversos tipos de dermatite e identificá-las pode ser um desafio até mesmo para alguns médicos veterinários. Às vezes muito parecidas, pode ser necessário encaminhar o pet para um dermatologista quando os tratamentos convencionais não demonstram o resultado esperado.

Dermatite alérgica

Podendo ocorrer por inúmeros fatores, as dermatites alérgicas acontecem pouco tempo depois do animal ter tido contato com um agente que lhe cause alergia. Sua identificação é importante para que o quadro não se agrave e que não passe a se repetir com frequência. As dermatites alérgicas podem acontecer por produtos químicos (como os de limpeza), tecidos (roupas e cobertores, por exemplo), materiais de construção (como cimento e areia), alimentos e até por medicamentos.

Dermatite alérgica por picada de pulga (DAPP)

Cachorros e gatinhos alérgicos a pulgas apresentam um tipo de dermatite muito característico, com perda de pelos e feridas especialmente no dorso e no rabo. Em casos extremos, uma única pulga é capaz de fazer um grande estrago na pele do animal, sendo fundamental realizar um controle sério e frequente. Cães com coceira em grande intensidade podem apresentar, além dos sinais visíveis, irritação e agressividade.

Dermatite infecciosa

Causada por fungos e bactérias, pela presença de infecção, estes tipos de dermatites tendem a ser mais “molhados”, com cheiro forte e localizadas. Causam dor e muito incômodo ao animal, que pode dificultar o tratamento por conta da necessidade de manipulação constante para o tratamento.

Dermatite úmida (hot spot)

Uma das dermatites mais comuns na clínica de pequenos animais, a dermatite úmida costuma ter forma arredondada, é dolorida e contém pus. Suas bordas são bem definidas, porém se não tratada, a infecção cresce e se espalha para outras partes do corpo do pet.

Dermatite autoimune

Um dos tipos mais difíceis de serem tratados, a dermatite autoimune ocorre por uma desregulação do próprio organismo do cachorro ou gato, que passa a ver as camadas da pele como ameaças (não as reconhecendo como parte do corpo) e “atacando” a derme.

Dermatite por lambedura

Gatos e cachorros que se lambem em excesso podem desenvolver o que é conhecida como dermatite por lambedura. Isso costuma acometer pets ansiosos com mais frequência por terem o hábito de lamber seus pelos para aliviar o estresse quando se sentem incomodados com alguma situação. Como a saliva possui diversos microrganismos (especialmente bactérias) que não são comuns à pele, o problema pode se instalar com facilidade.

Pododermatite

As “dermatites de pés”, ou seja, aquelas que acometem as patinhas, apenas, são complicadas de serem tratadas e causam muito incômodo para os pets. Nelas, há presença de lesões entre os dedos do peludo, com muita coceira, normalmente.

Como prevenir dermatites

Apesar de alguns cachorros e gatos serem naturalmente mais propensos a desenvolver dermatites (inclusive de forma recorrente), na maioria dos casos podemos prevení-las com higiene, banhos, inspeções e secagem adequados. A dica aqui é sempre que possível, especialmente quando estiver fazendo um carinho em seu peludo, aproveite o momento para ver se ele possui pulgas e/ ou carrapatos, lesões de pele, falta de pelo em determinadas regiões ou outras anormalidades que merecem atenção.
Quando der banho nele (mesmo que num pet shop), certifique-se de que ele foi bem seco. Se ele é gordinho ou é de uma raça que naturalmente possui “dobrinhas”, o zelo precisa ser redobrado, uma vez que essas camadas a mais podem ser um prato cheio para o desenvolvimento de fungos e bactérias. Se seu filho de quatro patas adora nadar ou tomar chuva, não permita que ele se seque sozinho, utilize uma toalha e o secador para auxiliá-lo nesta tarefa.
Mudanças comportamentais podem indicar problemas de saúde. Se seu cachorro ou gato está se lambendo e/ ou coçando mais do que o habitual, converse com um médico veterinário. Essa é uma informação importante que normalmente é deixada de lado pelos tutores.

Como tratar dermatites em cachorros e gatos

tratamento das dermatites tende a ser um pouco longo e consiste, normalmente, no uso de antissépticos, antibióticos ou shampoos terapêuticos. O tipo de medicamento a ser utilizado depende do grau e do tipo do problema. É recomendado, na maioria dos casos, tosar o animal ou parte da lesão para facilitar a aplicação de produtos tópicos, como pomadas e sprays.
Olá, pessoal!!! Tudo bem? =D Quem tem seus pets, ama e quer saber mais para cuidar melhor deles. Essa matéria sobre a dermatite deles é show, pois infelizmente é um probleminha que de vez em quando aparece neles. Espero que tenham gostado também!!! Comentem, amores!!! Até breve. E boa semana para todos!!! Beijinhos ;*
Fonte: https://www.petlove.com.br/dicas/o-que-e-dermatite

Suene Fernandes

04 junho 2018

Looks de Suene: Praia. Crochê + Jeans 🌊🌴

Suene Fernandes















 





by   Suene Fernandes Photography

Olá, meus queridos leitores!!! Tudo bem com você? ^^ Look das fotos: Passeio na praia. Cropped de crochê branco com franjas, Short jeans hot pants destroyed, Chapéu fedora bege com faixa preta, Mochila com estampa étnica de elefantes preto e branco, Óculos so real prata espelhado, Unhas branco puro. Espero que tenham gostado, amores!!! ;D Comentem!!! Até mais. E boa semana para todos!!! Beijinhos ;*


Suene Fernandes

28 maio 2018

Moda: COMO USAR: MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE

COMO USAR: MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE



Aposto que você também torceu o nariz quando as calças pantacourt/culotte apareceram, né? É um pouquinho diferente, mas todo mundo se acostumou e boa parte até aderiu ao comprimento ousado. A moda pegou tanto que já tem mais de um ano que surgiu em tendência e continua sendo muito usada por celebridades e fashionistas.
E o mais legal da moda é combinar as ideias: que tal um macacão culotte? É uma boa alternativa para o comprimento real, já que é mais fresquinho e também mais descolado!
Com o sucesso da peça, tá fácil de encontrar macacão pantacourt de todos os jeitos: básicos e lisos em preto ou branco, coloridos, estampados e até recortados. Dependendo da escolha e dos acessórios, vingam bem tanto para bater perna durante o dia como para um evento ou festa – para quem não precisa de roupa social, funciona até para trabalhar no calor, já que é mais confortável que vestido.
Até para ajudar a alongar silhueta e compensar o achatado do comprimento, as sandálias de salto ou scarpinsão a escolha preferida para acompanhar o macacão. Mas vale lembrar que não é regra não: dá para montar um visual cool e despojado com tênis e rasteirinha ou encontrar um meio termo e ficar arrumadinha sem desconforto com sapatilhas. 

1. MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE COM SANDÁLIA DE SALTO


MEGAN | ABIMBOLA | JESSICA | LIZ

2. MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE COM TÊNIS


PAULA | LIV | TAMU | ALINE

3. MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE COM OUTROS SALTOS


JOELLE | ? | JENNIFER | SAMIO

4. MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE COM SANDÁLIA RASTEIRA

5. MACACÃO PANTACOURT/CULOTTE COM SAPATILHA



Olá, pessoal!!! Tudo bem? =D O que acharam dos looks com macacão pantacourt? Amei todos!!! srsrsr Acho super! ^^ e vocês, amores? Espero que tenham gostado também!!! Comentem!!! Até breve. E boa semana para todos!!! Beijinhos ;*
Fonte: https://www.justlia.com.br/2017/05/como-usar-macacao-pantacourtculotte/


Suene Fernandes

20 maio 2018

Looks de Suene: Night. Turquoise + Red 🌹

Suene Fernandes











by   Suene Fernandes Photography


Olá, meus queridos leitores!!! Tudo bem? ;D Look das fotos: Noite turquesa. Vestido tubinho tomara-que-caia turquesa, Sandália vermelha de tiras, Bolsa tiracolo marrom, Unhas branco puro. Espero que tenham gostado!!! E a makeup? ;D Comentem, amores !!! Até mais. E boa semana para todos!!! Beijinhos ;*


Suene Fernandes

16 maio 2018

Saúde e Beleza: Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados

Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados



Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados
As fãs de cabelos lisos que me desculpem, mas cabelos cacheados, quando bem cuidados, são fascinantes. Eu gosto muito de cabelos com volume; por isso o cacheado ainda é meu tipo de cabelo preferido.
Os cabelos cacheados crescem lisos a partir da raiz e formam cachos ao longo do fio. Os cachos dos cabelos impedem que a oleosidade produzida na raiz chegue até as pontas e —  apesar de normalmente serem menos ressecados que os cabelos crespos — eles acabam ficando também um pouco mais secos, frágeis, arrepiados e sem forma. Mas se você tomar os cuidados necessários, os cachos podem tornar-se belos, soltos e definidos.
Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados

Principais Vantagens dos Cabelos Cacheados

Os cabelos cacheados têm mais volume e ficam bem com diversos tipos de penteados. Além disso, pessoas com esse tipo de fio dificilmente tem cabelos oleosos. Muito pelo contrário, eles costumam ser mais secos no comprimento, pedindo cuidados de hidratação.
Outra vantagem é não precisar penteá-los todos os dias. Inclusive, fazer isso pode aumentar a quebra dos fios, além de fazê-los perder a forma.

Principais Problemas dos Cabelos Cacheados

Os cabelos cacheados, no entanto, têm problemas bem específicos. Tudo começa com a estrutura do fio, que é irregular. Por isso mesmo os cabelos cacheados são mais frágeis e porosos, reagindo pior à aplicação de químicas, pois as absorve mais e acaba se danificando mais facilmente. No entanto, alguns costumam ser mais grossos, o que compensa esse problema.
Além disso, a estrutura irregular do fio nos cabelos cacheados não permite que a oleosidade da raiz se espalhe para as pontas, tornando esses cabelos mais secos. Por fim, esses fios também têm maior tendência ao frizz, principalmente quando são alisados com secadores e escova, grandes agentes do problema.

Como Cuidar dos Cabelos Cacheados

Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados
  • Lave-os utilizando apenas água morna, pois a água muito quente resseca ainda mais os fios.
  • Se for lavar todos os dias, utilize apenas produtos específicos e de qualidade.
  • Massageie o couro cabeludo durante a lavagem para estimular a produção de sebo protetor nos cabelos.
  • Depois de lavar seu cabelo, remova o excesso de água com uma camiseta macia de algodão ao invés de uma toalha. Assim você previne o frizz e evita que o cabelo fique bagunçado. Ao contrário da camiseta, as toalhas absorvem água demais. A maciez da peça ajudará a suavizar seus cachos e irá evitar que eles embaracem.
  • Com os cabelos ainda molhados, aplique, em pequenas quantidades, o creme para pentear nas mãos e espalhe pelos fios na quantidade necessária.
  • Ao longo do dia, se sentir necessidade, aplique pequenas quantidades do creme para pentear. Deve-se tomar o cuidado de não utilizar uma quantidade excessiva, o que deixa os fios opacos e sem movimento.
  • Evite penteá-los a seco. Procure penteá-los quando ainda estiverem úmidos, para manter a estrutura intacta.
  • Desembarace-os cuidadosamente, iniciando sempre das pontas até a raiz.
  • Utilize máscaras hidratantes de tratamento intensivo de acordo com a necessidade (em casa ou no salão).
  • Utilize finalizadores diários em abundância, tais como silicone, gloss, leave in, reparadores de pontas, spray intensificador de brilho, pomadas e mousses.
  • Corte periodicamente os cabelos, para evitar o ressecamento dos fios e controlar os cachos.
  • Se você tem o cabelo extremamente seco, não use shampoo e lave os fios apenas com condicionador uma vez por semana (ou quantas vezes for necessário) para evitar que seu cabelo fique armado. Se o seu cabelo não tem óleo ou umidade, você não precisa de shampoo. Confira a técnica Co-wash.
  • Aplique óleo de coco no cabelo antes de tomar banho para fazer uma hidratação profunda. Se o seu cabelo for extremamente seco, você pode usar o óleo como um reparador de pontas.
  • Para definir seus cachos, faça uma mistura com água e leave-in. Passe nas pontas e amasse o cabelo com as mãos. Esse truque é ótimo para os dias em que você não lavou os fios.
  • Para definir os cachos de maneira natural, sem produtos químicos, experimente a linhaça para os cachos.

Produtos para Cabelos Cacheados

Cuidados Especiais para Cabelos Cacheados
É muito importante saber a diferença entre os cabelos crespos e cacheados para utilizar os produtos certos – caso contrário, seus cabelos podem ficar opacos e sem movimento.
hidratação capilar é fundamental para repor os nutrientes necessários, devolvendo o brilho, maciez, elasticidade e a forma dos cachos. Essa hidratação deve conter produtos enriquecidos de produtos umectantes, fortalecedores, hidratantes e emolientes.


Olá, pessoal!!! Tudo bem? =D Gostaram das dicas para quem tem cabelos cacheados? Eu tenho e eu sei como é difícil cuidar bem dele para que fique lindo e saudável, as vezes dar tanto trabalho que parto para chapinha. srsrrs Mas cuidar bem dele vale muito a pena, cabelos cacheados são lindos e muito admiráveis! Espero que tenham gostado, amores!!! ^^ Comentem!!! Até breve. Beijinhos ;*
Fonte: https://belezaesaude.com/cabelos-cacheados/

Suene Fernandes